Verguia
Quarta, 15 de Julho de 2020 00:16
+55 69 9 8432 5660
Geral #Educação

Decotelli nega fraudes e diz que explicou “detalhes acadêmicos” a Bolsonaro

Nomeado, mas ainda não empossado ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli foi chamado ao Planalto. Posse está ameaçada

29/06/2020 18h21
Por: Redação Verguia Fonte: Metrópoles
Carlos Decotelli Ministro da Educação. Marcello Casal Jr./ Agencia Brasil
Carlos Decotelli Ministro da Educação. Marcello Casal Jr./ Agencia Brasil

Nomeado, mas ainda não empossado ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli afirmou, no início da noite desta segunda-feira (29), que explicou ao presidente Jair Bolsonaro o que chamou de “detalhes acadêmicos” nas apontadas inconsistências em seus títulos de mestrado (a dissertação teria uma série de plágios), doutorado (negado pela Universidade de Rosário, na Argentina) e pós-doutorado (também rejeitado pela Universidade de Wüppertal, na Alemanha).

Ele chamou de “distração de citação” as revelações de que ao menos 11 trechos de sua dissertação haviam sido copiados de outros trabalhos.

“O plágio é considerado quando você faz Ctrl C + Ctrl V. Não foi o que ocorreu.”

Negou que Bolsonaro tenha falado em constrangimento por conta das acusações que ele, Decotelli, vem enfrentando desde o fim da semana passada, ao ser escolhido para substituir Abraham Weintraub.

“Ele só falou que confia nos projetos para ter um Brasil com oportunidade para todos”, disse. E afirmou aos jornalistas:

“O que vocês têm de vida eu tenho mais do que o dobro de tempo de trabalho”.

No fim da longa entrevista, ele afirmou: “Sou ministro”. Mas, ao se despedir, com a insistência de perguntas sobre se a posse estava mantida para esta terça, completou: “Vamos aguardar”.

As polêmicas envolvendo o nome de Decotelli tiveram início na sexta-feira (26), um dia após ser nomeado ministro da Educação. Desde então, duas instituições de ensino questionaram qualificações que o agora ex-ministro havia listado no próprio currículo na plataforma Lattes.

O reitor da Universidade de Rosário (Argentina), Franco Bartolacci, chegou a ir às redes sociais questionar a inclusão do título de doutor indicado pelo ex-ministro.

Em resposta, o Ministério da Educação divulgou um certificado que atestava a conclusão de todos os créditos do doutorado de Decotelli em administração, mas que não provava que ele havia defendido a tese. Sem cumprir essa etapa, o título não pode ser concedido.

A contestação de Bartolacci levou o professor a alterar seu currículo, desta vez, fazendo a ressalva de que não houve, de fato, defesa de tese.

Nesta segunda-feira, a Universidade de Wüppertal, na Alemanha, contestou o pós-doutorado que constava na lista de qualificações de Decotelli. Segundo a instituição, ele não obteve “nenhum título” na universidade.

Além disso, também causou polêmica a constatação de que trechos da dissertação de mestrado de Decotelli continham partes semelhantes a de trabalhos publicados em anos anteriores por outros autores.

Por causa das notícias sobre o caso, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), onde ele fez o mestrado, informou que vai “apurar os fatos referentes à denúncia de plágio na dissertação do ministro Carlos Alberto Decotelli”.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 01h04 - Fonte: Climatempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 33°

23° Sensação
12.1 km/h Vento
60.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Sexta (17/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias