Verguia
Sexta, 10 de Julho de 2020 22:06
+55 69 9 8432 5660
Mundo #Brutal

Papagaio repete últimas palavras de mulher assassinada e é usado como prova em julgamento

O animal teria presenciado o crime e assim que os policiais chegaram o papagaio começou a gritar “AÍ, não, por favor, deixe-me ir

27/05/2020 17h06 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Verguia Fonte: Portal R7 / RIC Mais / La Nacion
Reprodução
Reprodução

O julgamento de um crime brutal na Argentina em 2018 terá uma prova incomum contra os acusados. Isso porque, o papagaio da vítima repetiu as últimas palavras da mulher assassinada para um policial.

Segundo a polícia, Elizabeth Toledo, 46 ​​anos, foi estuprada e morta dentro de casa por Miguel Saturnino Rolon, 51, e Jorge Raul Alvarez, 62.

O animal teria presenciado o crime e assim que os policiais chegaram ele começou a gritar “AÍ, não, por favor, deixe-me ir".

As provas também contam com o testemunho de um vizinho que disse ter visto o papagaio repetir em outro momento. Mas, dessa vez, o animal disse “Por que você me bateu?”.

Além do papagaio, uma mordida encontrada no corpo da vítima, que coincide com a arcada dentária de Rolon, e traços de DNA que ligam Alvarez ao crime também serão levados ao tribunal.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 22h49 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 32°

24° Sensação
4.7 km/h Vento
49.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (11/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens
Domingo (12/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias