Verguia
Quarta, 27 de Maio de 2020 11:54
+55 69 9 8481 8559
Polícia #Abuso

Condenado a 23 anos de prisão o diretor de escola que trocava fotos com aluno pelo WhatsApp

De acordo com a juíza de Direito responsável pelo caso, o crime foi praticado contra cinco menores da escola.

23/05/2020 13h27 Atualizada há 4 dias
Por: Redação Verguia Fonte: Via O Observador
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Porto Velho, RO – O juízo da 1ª. Vara Criminal de Rolim de Moura condenou a 23 anos de prisão, no regime fechado, o professor P.C.S, de 52 anos, pelo crime de favorecimento à prostituição art. 218-A[i] praticado contra alunos da escola em que era diretor.

O educador foi preso em 14 de junho do ano de 2018 pela Polícia Civil após ser denunciado pela mãe de um aluno, com quem ele trocava fotos de “nudes”, através do aplicativo WhatsApp.

A prisão do diretor nessas circunstâncias nesse tipo de crime causou muita repercussão na cidade. O educador já vinha sendo investigado por outra ocorrência similar, quando recebeu uma segunda denúncia de uma mãe.

A Polícia Civil obteve autorização judicial para efetivar busca e apreensão dos aparelhos telefônicos e a prisão do acusado dentro da escola e na residência do professor, onde foi apreendido HD com material suspeito.

De acordo com a juíza de Direito Cláudia Vieira Maciel de Sousa, o crime foi praticado contra cinco menores da escola.

Todos os crimes foram cometidos infringindo o art. 218-B[ii] do Código Penal (Submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 (dezoito) anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone, caput e §2º, inciso I (praticar conjunção carnal ou outro ato libidinoso com alguém menor de 18 (dezoito) e maior de 14 (catorze) anos.

[i] Art. 218-A. Praticar, na presença de alguém menor de 14 (catorze) anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem:
Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos

[ii] Art. 218-B. - Submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 (dezoito) anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone:

Pena - reclusão, de 4 (quatro) a 10 (dez) anos.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Papo Reto
Sobre o Papo Reto
Papo Reto no contidiano, uma visão extremamente pessoal e imparcial. Héliton Batista é ex-militar, boina verde, Capelão, redator, repórter fotográfico, especialista em sistemática de segurança eletrônica, pai por 4 vezes, esposo. Entre outras experiências de vida.
Sobre o município
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 12h46 - Fonte: Climatempo
28°
Tempo aberto

Mín. 15° Máx. 32°

28° Sensação
10 km/h Vento
46.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 33°

Sol
Sexta (29/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias