Verguia
UpArt 970x90
Viviane Oliveira
Anuncie aqui
teste
#Alcool Gel

Gel desinfetante, sim ou não? 4 fatos a saber para prevenir a Covid-19

Todavia, especialistas alertam que nem todos os géis antibacterianos ou desinfetantes são realmente eficazes.

22/03/2020 21h04
Por: Redação Verguia
Fonte: Redação
© DR
© DR

O surto do novo coronavírus causou uma demanda anormal por este produto, sendo que neste momento é quase impossível encontrar gel antibacteriano à venda no mercado.

Todavia, especialistas alertam que nem todos os géis antibacterianos ou desinfetantes são realmente eficazes.

Segundo as autoridades de saúde, além do distanciamento social e do isolamento voluntário ou quarentena, uma das formas mais eficazes para evitar o contágio da Covid-19 é a higienização correta e regular das mãos.

Porém, é verdade que nem sempre é possível lavá-las com água e sabão e é nessas eventualidades que o gel antibacteriano pode ser a solução.

Contudo, e conforme explica um artigo publicado na revista Galileu, não basta aplicar este produto nas mãos para combater ameaças como o novo coronavírus.

Eis os motivos:

1. Alguns tipos de álcool não funcionam

Estudos alertam que o álcool em gel deve ter no mínimo 60% de concentração alcoólica para matar vírus e bactérias.

Entretanto, muita atenção! Segundo a Galileu, uma quantidade demasiado elevada da substância, também não é efetiva.

Por exemplo, utilizar o álcool 94% (usado em produtos de limpeza doméstica) não funciona, já que se evapora rapidamente.

"Aplicar álcool a 100% também secaria a pele muito rapidamente, além de a irritar. Isso pode fazer com que não desinfete as mãos com a frequência necessária. Esse é o motivo porque a maioria dos desinfetantes para as mãos contém emolientes, que são misturas que ajudam a amaciar e hidratar a pele”, escreveu Jeffrey Gardner, professor da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, no site The Conversation.

Num outro artigo, divulgado no mesmo site, os professores Shobana Dissanayeke e James McEvoy, da Universidade de Londres, no Reino Unido, recomendam a aplicação nas mãos de produtos cuja concentração alcoólica varie entre 60% e 80%.

2. Aplique bem e corretamente o gel

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), explica que é necessário cobrir totalmente todas as superfícies das duas mãos com o desinfetante e esfregá-las até que sequem.

3. Preste atenção aos desinfetantes sem álcool

Existem outros tipos de desinfetantes sem álcool que prometem exterminar microrganismos. Por mais que sejam efetivos, os produtos sem álcool geralmente contêm compostos de amônia trigonal (cloreto de benzalcônio), que podem diminuir a presença de micróbios, no entanto não são tão eficazes, refere Manal Mohammed, da Universidade de Westminster, em Londres, no Reino Unido, também ao The Conversation.

4. Gel antibacteriano não é suficiente... lave as mãos!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 17h45
35°
Pancada de chuva Máxima: 35° - Mínima: 23°
39°

Sensação

2.9 km/h

Vento

63.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
UpArt 300x600
Leo Envelopamentos
UpArt300x250
Pipa
Camisetas
Waw cursos
Viviane Oliveira
Leo Pizzas
Municípios
Elson Moraes
Carlinhos frente
Carlinhos verso
Othon Producoes
Últimas notícias
Mais lidas