Verguia
Pedir Música Chat
Terça, 22 de Junho de 2021 01:38
+55 69 9 8432 5660
Rondônia #Movimento

Carreata lembra Dia de Combate ao Abuso Sexual de Crianças em Rolim de Moura RO

"Nosso propósito é Mobilizar, Convocar e Sensibilizar a sociedade".

20/05/2021 09h37 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Verguia Fonte: @Redação
Reprodução Arquivo/Josiane Rolim
Reprodução Arquivo/Josiane Rolim

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes foi lembrado no município de Rolim de Moura (a 483 km da capital Porto Velho RO) na manhã da última terça-feira (18) com a realização de uma carreata com inicio em frente ao Ginásio Ninho dos Pássaros e percorreu parte da Principal avenida da cidade a 25 de Agosto até a área central da cidade, finalizando na Praça do Espaço Alternativo.

Aproximadamente 100 veículos participaram do movimento. Atualmente, a Secretaria de Assistência Social (Semas), realiza acompanhamento através dos Centros de Referências em Assistência Social (CRAS), à diversas famílias.

Já no Espaço Alternativo a Psicóloga Josiane Rolim, uma das principais ativistas do movimento disse que este ano o movimento ‘Faça Bonito – Proteja nossas Crianças e Adolescentes’, em consequência da pandemia, teve que ter suas atividades presenciais reduzidas, em relação aos anos anteriores.

‘Nosso propósito é Mobilizar, Convocar e Sensibilizar a sociedade para a importância da proteção às nossas crianças”, declarou.

A mobilização nasceu em 1973, após uma criança de oito anos, chamada Araceli ter sido abusada sexualmente e assassinada de forma brutal.

Conselheiros tutelar

Outra equipe presente no movimento foi a do Conselho Tutelar. Para os conselheiros as ações da Rede de Proteção às crianças e adolescentes acontecem diariamente.

“Todos os conselheiros do Estado e do Brasil, estão envolvidos nesta causa”, “Essa proteção precisa ser feita por todos nós”,

“Na maioria dos casos, os conselhos são os primeiros a serem acionados, e outras vezes, as denúncias são feitas de forma anônimas”. “Infelizmente, a maioria dos abusos são praticados por parentes da família da vítima como avô, pai, padrasto e tios. Precisamos ser os guardiões desses pequenos indefesos”, finalizou uma conselheira que preferiu não ser identificada.

O Caso Araceli

Refere-se à morte da menina brasileira Araceli Cabrera Sánchez Crespo de oito anos de idade, assassinada em 18 de maio de 1973.

Seu corpo foi encontrado somente 6 dias depois, desfigurado por ácido e com marcas de violência e abuso sexual.

Os principais suspeitos, Paulo Constanteen Helal e Dante Michelini, pertencentes a famílias influentes do Espírito Santo, foram condenados pelo crime em 1980.

No entanto, em novo julgamento, em 1991, os réus foram absolvidos após extensivo reexame do processo.

Em 2000, o Congresso Nacional instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na data da morte de Araceli.

A Lei

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A idéia de celebrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes surgiu em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do ECPAT no Brasil.

O ECPAT é uma organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças e adolescentes, surgida na Tailândia.

A então deputada federal capixaba Rita Camata, atuando como presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente da Câmara dos Deputados, propôs um projeto de lei estabelecendo o dia da morte de Araceli como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O projeto virou a Lei N° 9.970, sancionada em 17 de maio de 2000 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Desde então, entidades que atuam em defesa dos direitos de crianças e adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade dos crimes de violência sexual cometidos contra menores.

Na noite do dia (17), anterior à carreata, recebemos a psicóloga Josiane Rolim para um “Papo Reto”, juntamente com a colunista Ângela Pereira, foram duas horas de muita informação sobre o movimento em uma live.

Assista

Números de casos locais

A diretora do CREAS Sonia Cristina da Silva Chaves, em Rolim de Moura, RO destacou que os números de violência sexual sofridos por crianças e adolescentes no município podem ser considerados alarmantes nos últimos anos:

Em 2019 foram registrados 23 casos,

Em 2020, 40 casos e...

Em 2021 de janeiro a abril 13 casos, dando um percentual de aproximadamente 90% de aumento.

Não podemos fechar os olhos para essa crueldade, afirmou divulgando os fones para contato

Disk 100 - a ligação é anônima e gratuita (24 horas),

Watts App - (55) 61-96560-5008

• Conselho Tutelar 3442-2011 Celular de plantão. 9 8411 4374 (24 horas)

• DEAM - 3442-9037

• Polícia Militar - 190

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO

Rolim de Moura - Rondônia

Sobre o município
Rolim de Moura é um município brasileiro do estado de RO. Com uma população de 54 702 habitantes, segundo estimativas do IBGE de 2018. População total (estimativa IBGE/2018) 54.702 hab. PIB (IBGE/2012) R$ 810 559,000 mil. PIB per capita (IBGE/2012) R$ 15 849,18 Distrito: Nova Estrela
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 02h30 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 33°

24° Sensação
10.7 km/h Vento
75.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Quinta (24/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias