Verguia
Viviane Oliveira
Marmita Fit
Anuncie aqui
Facilidades

Pastor critica proposta que libera recursos da Lei Rouanet para eventos de igrejas

"O crente deve depender de Deus para fazer a obra de Deus e não do dinheiro estatal", disparou o pastor

07/11/2019 11h03Atualizado há 2 semanas
Por: Redação Verguia
Fonte: Redação com JM Noticias
Pelo texto, a regra valerá inclusive para eventos promovidos por igrejas. Foto: Reprodução
Pelo texto, a regra valerá inclusive para eventos promovidos por igrejas. Foto: Reprodução

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou proposta que reconhece a música religiosa e eventos a ela relacionados como manifestação cultural passível de utilização dos mecanismos de fomento previstos na Lei de Incentivo à Cultura, também conhecida como Lei Rouanet.

Pelo texto, a regra valerá inclusive para eventos promovidos por igrejas. Hoje, a Lei Rouanet reconhece como manifestação cultural a música gospel e os eventos a ela relacionados, exceto aqueles promovidos por igrejas.

A proposta aprovada foi o texto substitutivo apresentado pelo relator, deputado (Vavá Martins (Republicanos-PA), ao Projeto de Lei 2407/15, do deputado Jefferson Campos (PSB-SP).

O projeto original pretendia incluir a música gospel promovida pelas igrejas como manifestação cultural passível de utilização dos mecanismos de fomento da Lei Rouanet. O texto de Vavá Martins ampliou a medida para qualquer tipo de música religiosa e eventos a ela relacionados, inclusive promovidos por igrejas.

“Acreditamos que as igrejas também devem ser beneficiadas pelos mecanismos de fomento previstos na Lei de Incentivo à Cultura ou Lei Rouanet, reconhecendo o notável papel evangelizador que essas instituições religiosas cumprem”, disse Vavá Martins.

Críticas

A proposta não tem o apoio do líder evangélico, pastor Renato Vargens.

“Eu sou CONTRA! Entendo que o “papai estado” não deve injetar dinheiro em musica religiosa, como também em cantores famosos do meio secular, mesmo porque, esse não deve ser o papel do Estado.”

Vargens ainda afirma que “o crente deve depender de Deus para fazer a obra de Deus e não do dinheiro estatal”.

 

Tramitação

A proposta será analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 07h15
25°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 24°
25°

Sensação

6 km/h

Vento

89.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Promoções em serviços
Waw cursos
Leo Pizzas
Viviane Oliveira
Leo Envelopamentos
Pipa
Municípios
Carlinhos frente
Elson Moraes
Carlinhos verso
Othon Producoes
Últimas notícias
Mais lidas