Anuncie aqui
Viviane Oliveira
Marmita Fit
Rotam Manso MT

Após desacerto com a Rotam 'Parsa' comenta e chora morte de bandidos em Manso;

Na gravação o comparsa ainda revela “amigos” iam roubar ouro e dinheiro em fazendas da região de manso

02/11/2019 14h10Atualizado há 1 semana
Por: Redação Verguia
Fonte: Repórter MT
Segundo o lamento do bandido, o bando morreu após um desacerto com os policiais. Reprodução Repórter MT
Segundo o lamento do bandido, o bando morreu após um desacerto com os policiais. Reprodução Repórter MT

Um criminoso, ainda não identificado, chorou ao enviar um áudio contando sobre a morte de cinco bandidos durante confronto com a Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas) no início da noite da última quarta-feira (30), próximo à região de chácaras na MT-351, Estrada do Manso.

Na gravação, qual a reportagem teve acesso, é possível escutar o desabafo emocionado do homem ao contar sobre o que tinha acontecido com os “amigos”.

Ele inicia chamando os assaltantes de “os parceiros” cita nomes e apelidos e comenta sobre onde eles eram. Em seguida, explica o plano do bando.

“Então mano, é os guri do Dom Aquino porra, é Luquinha, Bryan, Deco falador, lá no Santa Isabel parte de cima, estava preso no Pascoal [Penitenciária Central de Cuiabá]. Ele que fala lá no Santa Isabel pô, família referente lá pô, disciplina lá no Santa Isabel pô, Deco. E Luquinha do Dom Aquino, Bryan do Dom Aquino e, esqueci o nome do gordinho pô, é Vinicius, não é...  Kelvinho do Dom Aquino. Os guri foram lá em Manso pegar numa casa, numa fazenda lá que estava com dinheiro e ouro[sic]”, explica.

Na sequência, com a voz embargada, o bandido conta que o plano deu errado porque houve um “desacerto” com a polícia.

Ouça o áudio

“Quando eles estavam indo deram um desacerto com a polícia. Deram tiro na polícia e entraram para o mato. Só que a polícia chamou reforço e começou a vasculhar o mato, aí mataram tudo no mato. Acharam tudo no mato e sentaram o dedo nos guri, porque os guri tinha revidado com eles pô, aí eu tô correndo assim, não é correndo na correria, tô só no celular mesmo aqui, com uma conhecida porque eu conhecia demais os cara aí pô, os cara era parceiro pra car.... meu cara, entendeu? [sic]”.

No trecho final, o criminoso chora ao falar de um traficante que também foi morto. Ele revela que naquela tarde estava voltando do velório de outro comparsa, traficante de Várzea Grande, que morreu ao tentar levar droga para Campo Grande. “Triste pra car.... mano véi”.

“Então poxa, daquele jeito cumpade, daquele jeito, tudo que tá acontecendo aí tá fora pô, perdi um amigo meu agora aí, foi levar uma droga para Campo Grande aí e morreu, uns guri lá de Várzea Grande, acabei de chegar do velório dos guri agora a tarde aí pô, vou até mostrar o vídeo pra você e agora perco mais os cara aí pô, to triste pra caralho mano véi [sic]”, encerra a gravação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 05h28
26°
Muitas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 26°
28°

Sensação

4.4 km/h

Vento

92.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Promoções em serviços
Viviane Oliveira
Waw cursos
Leo Pizzas
Pipa
Leo Envelopamentos
Municípios
Othon Producoes
Elson Moraes
Carlinhos verso
Carlinhos frente
Últimas notícias
Mais lidas