Verguia
Viviane Oliveira
Marmita Fit
Anuncie aqui
A Conversão

Por causa do reflexo da Cruz impediu atirador de não cometer um massacre

História de James Quentin Stevens está sendo contada em documentário

26/10/2019 23h30Atualizado há 4 semanas
Por: Redação Verguia
Fonte: Citygate Films
Image: Courtesy Carolyn McCulley/Citygate Films
Image: Courtesy Carolyn McCulley/Citygate Films

James Quentin Stevens tinha 18 anos em 1982, ano que ele resolveu ouvir as “vozes em sua cabeça” e ir até a Escola Secundária Braddock Lake em Burke, Virgínia (EUA), armado para matar muitas pessoas.

Ele conta que no dia anterior ele tentou se matar, mas essas vozes o fizeram desistir. As vozes lhe disseram que, para encontrar a paz, ele deve dirigir até a escola para matar os outros primeiro. Stevens sentiu que, para banir o mal que invadia sua mente, ele tinha que cometer os assassinatos ou se matar.

No dia 10 de novembro ele entrou na escola certo de que deveria cumprir aquele propósito, ele atirou contra pessoas, mas sempre acima de suas cabeças e, por isso, ninguém ficou ferido.

Ainda assim, ele fez dez estudantes reféns e as negociações duraram 21 horas.

“Quando cheguei à escola, não vi seres humanos. Vi presas. O louco é que, quando atirei, atirei acima de suas cabeças. Não sei por que”, revelou Stevens ao Christianity Today.

Essa história de Stevens está sendo contada no documentário “The Rage of Evil: Thoughts from a Former School Shooter”, (A raiva do mal: pensamentos de um ex-atirador da escola )” dirigido por Carolyn McCulley, da Citygate Films.

O homem revela que em meio às negociações, ele resolveu tirar a própria vida e apontou o cano do rifle em sua boca. Uma das reféns se desesperou, chorou e gritou implorando para que ele não fizesse aquilo.

“Não faça isso, você não precisa fazer isso, você não machucou ninguém”, disse ela.

Ao olhar para ela, ele viu um colar em seu pescoço com uma cruz de pingente. A luz refletia a cruz dourada no teto e isso chamou a atenção de Stevens mais do que as palavras da jovem.

“Assim que essa cruz encontrou meus olhos, ela confrontou meu pecado”, disse ele. Por conta disso, ele ordenou que a jovem deixasse a sala. “Alguns segundos depois daquele momento, eu me converti das trevas para a luz”, revelou ele.

Ele teve a visão de um braço vestido, alcançando sua escuridão, oferecendo-lhe uma mão.

“Peguei esta mão e, assim que o fiz, meu coração tornou-se humano novamente”, disse Stevens.

Assim, as vozes que falavam aos seus ouvidos sumiram e ele passou a ter mais empatia pelas pessoas ao seu redor.

Até mesmo os reféns perceberam a mudança e, nos minutos seguintes ele foi libertando todos eles.

Ainda assim, Stevens poderia ser condenado a 144 anos de prisão, mas o julgamento final o fez ficar 20 anos presos.

Na prisão, ele voltou a ter pensamentos de morte e foi novamente chamado por Deus pelo que ele chama de “segunda conversão”.

Após orar a Deus, ele recebeu uma boa notícia: seria solto em seis meses após ter sido escolhido pelo programa especial que beneficia pessoas que tentaram praticar um crime hediondo, mas não feriram ninguém.

Ele foi enviado para Haymarket, Virgínia, para atuar como trabalhador na estrada e, eventualmente, para ensinar crianças com síndrome de Down a tocar violão. Stevens foi libertado após concluir o programa, quatro anos e meio após sua prisão.

Uma “terceira conversão” foi necessária para conduzi-lo de vez ao Senhor.

Agora, Stevens precisava se adaptar à vida fora das grades.

Hoje ele é casado, pai e pastor da What’s New Worship onde pode conhecer a filha de uma das reféns da escola que ele atacou em 1982.

“Ouvi essa história a vida toda e sempre imaginamos o que aconteceu com você. Agora estou muito feliz em ver o que Deus fez por você”, disse a jovem de 17 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 06h34
24°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 24°
24°

Sensação

6 km/h

Vento

89.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Promoções em serviços
Waw cursos
Leo Envelopamentos
Leo Pizzas
Viviane Oliveira
Pipa
Municípios
Othon Producoes
Elson Moraes
Carlinhos verso
Carlinhos frente
Últimas notícias
Mais lidas