Verguia
Marmita Fit
Anuncie aqui
Viviane Oliveira
Economia

Petrobras reduz preço do GLP residencial e empresarial nas refinarias

O novo preço entra em vigor na próxima segunda-feira (5) nas unidades da empresa.

02/08/2019 23h08Atualizado há 4 meses
Por: Redação Verguia
Fonte: Agência Brasil
Reprodução
Reprodução

A Petrobras reduziu o preço do gás de cozinha (GLP) vendido nas refinarias às distribuidoras para botijões de 13 quilos de R$ 26,20 para R$ 24,06. O novo preço entra em vigor na próxima segunda-feira (5) nas unidades da empresa.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás), a queda do GLP residencial oscilará entre 6,5% e 12% nas refinarias.

De acordo com a Petrobras, para ser comercializado em botijões de 13 quilos, o gás de cozinha tem o preço de venda formado pela média das cotações dos gases butano e propano no mercado europeu, mais uma margem de 5%. Os reajustes passaram a ser trimestrais em janeiro do ano passado.

Segundo a companhia, o preço do GLP vendido para as indústrias e o comércio caiu 13%. O Sindigás informou que a redução do GLP empresarial ficou entre 11% e 17%, dependendo do polo de suprimento. A redução do GLP empresarial também entra em vigor na segunda-feira.

As empresas associadas ao Sindigás foram informadas pela Petrobras na tarde de hoje (2) da queda no preço do GLP residencial (embalagens de até 13 quilos) e empresarial (destinado a embalagens acima de 13 quilos).

A redução passa a valer a partir de segunda-feira, dia 5 de agosto, nas unidades da petroleira.

De acordo com as informações recebidas da Petrobras, a queda do GLP residencial oscilará entre 6,5% e 12%, e a queda do GLP empresarial entre 11% e 17%, dependendo do polo de suprimento.

Em nota, o sindicato informou que o ágio praticado pela Petrobras está em cerca de 31% em relação ao preço do mercado internacional. “Esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o gás liquefeito de petróleo entre seus principais insumos, impactando de forma crucial, empresas que operam com uso intensivo de GLP”, diz o Sindigás.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 02h30
24°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 24°
24°

Sensação

12.4 km/h

Vento

88.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Promoções em serviços
Waw cursos
Leo Envelopamentos
Leo Pizzas
Viviane Oliveira
Pipa
Municípios
Othon Producoes
Carlinhos verso
Elson Moraes
Carlinhos frente
Últimas notícias
Mais lidas