Verguia
Pedir Música Chat
Quinta, 01 de Outubro de 2020 17:53
+55 69 9 8432 5660
Geral #Fatalidade

Jovem morre depois de fazer cirurgia plástica em clínica na Zona Sul de BH

Edisa Soloni morreu depois de passar por cirurgia plástica em clínica de BH

16/09/2020 00h04
Por: Redação Verguia Fonte: Redação com BHAZ
Edisa Soloni morreu depois de passar por cirurgia plástica em clínica de BH (Reprodução/ @edissoloni/Instagram + Reprodução/ @ppatriciar_ /Twitter)
Edisa Soloni morreu depois de passar por cirurgia plástica em clínica de BH (Reprodução/ @edissoloni/Instagram + Reprodução/ @ppatriciar_ /Twitter)

 

A jovem cabeleireira Edisa de Jesus Soloni, de 20 anos, morreu no último sábado (12) depois de passar por uma cirurgia plástica realizada em uma clínica localizada na região da Savassi.

O BHAZ conversou com irmã da vítima, Samea Soloni. Ela revelou que o procedimento deveria ter ocorrido dentro de um hospital.

“Os exames do pré-operatório mostraram que ela tinha uma pequena mancha no coração, que estaria apta a operar, mas tinha que ser em um hospital, não poderia ser na clínica. E o médico cirurgião sabia disso, mas não seguiu a recomendação”, pontuou Samea.

Edisa planejava a cirurgia desde maio deste ano e estava muito animada em fazer os procedimentos estéticos de lipoescultura, enxertia de glúteo e lipopada.

A irmã da vítima acompanhou todo o processo. Edisa passou mal na clínica e precisou ser levada com urgência para o Hospital Felício Rocho.

“O procedimento durou uma hora e meia, acabou por volta das 16h de sábado e eles não esperaram minha irmã voltar da anestesia no bloco cirúrgico, levaram ela direto para o quarto. O médico só passou por lá e disse que estava tudo bem. Depois minha irmã começou a acordar já passando muito mal, com pressão baixa, convulsão. A saturação do oxigênio dela chegou a 44”, detalha.

Sem estrutura

Samea contou que a clínica não tinha estrutura nenhuma para socorrer sua irmã. 

“Não tinha nenhum médico na hora. Chamaram uma ambulância particular que nem tinha socorrista. O médico que fez a cirurgia chegou na clínica e só me disse que ela precisava ser levada para um hospital pra entender porque ela estava com falta de ar”, falou indignada.

Edisa chegou ao hospital por volta das 20h e foi diagnosticada com embolia pulmonar.

“O médico que a atendeu no hospital disse que ela estava estável, mas precisava ficar no CTI. Antes de levá-la, ela ainda abriu os olhos pra mim, pela última vez… Às quatro da manhã eu recebi a ligação do hospital dizendo que ela tinha falecido”, lamentou.

O cirurgião responsável alegou para Samea, por telefone, ter acontecido uma fatalidade e lamentou a morte da paciente. A família da vítima registrou um boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia Civil, que instaurou inquérito policial para apurar as circunstâncias da morte da paciente.

Revolta e tristeza

Parentes e amigos da cabeleireira estão indignados com a falta de assistência prestada pelo cirurgião, que segundo testemunhas, alegou que o ocorrido foi uma fatalidade e agora tem evitado falar com a família. Para cobrar justiça, o grupo se reuniu na porta da clínica, na região da Savassi, com cartazes que expressavam a revolta pela morte de Edisa.

Nas redes sociais, muitas pessoas desabafaram sobre a perda repentina da jovem que além de proprietária de um salão de beleza, era digital influencer.

“Como um médico pode acabar com um sonho é uma vida assim gente por negar gasta com equipamentos, Edisa ia realiza um sonho é saiu de lá no caixão não tem como aceita vei”

Investigação

A Polícia Civil esteve nessa manhã (15) na clínica de estética para recolher documentos e prontuários médicos. Segundo o órgão, a investigação está em andamento.

Cuidados Pré-operatórios

Uma cirurgia plástica é como qualquer outro procedimento cirúrgico e necessita de cuidados importantes para garantir a saúde do paciente. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, antes de agendar a intervenção é necessário a investigação de fatores de risco.

Esse estudo inclui: histórico de doenças, cirurgias anteriores e existência de complicações; algum tipo de alergia ou reação à anestesia; uso de anticoncepcionais orais ou outro medicamento de uso regular; consumo de drogas. Além disso, é preciso informar se é tabagista e se consome grande quantidade de álcool, pois ambos os fatores influenciam diretamente na cicatrização.

A entidade ressalta que um bom cirurgião deve indicar o procedimento mais adequado para as necessidades; passar todos os detalhes sobre a cirurgia, como nível de complexidade, tipo de anestesia e cuidados que devem ser adotados posteriormente; deixar claro todos os riscos envolvidos; pedir todos os exames pré-operatórios e deixar a decisão final para o paciente.

O BHAZ tentou contato telefônico com a clínica. Além de solicitar um posicionamento, por e-mail, do Conselho Regional de Medicina.

A matéria será atualizada tão logo o BHAZ obtenha o retorno.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rolim de Moura - RO
Atualizado às 18h50 - Fonte: Climatempo
33°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 38°

32° Sensação
9.9 km/h Vento
32.7% Umidade do ar
90% (6mm) Chance de chuva
Amanhã (02/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 36°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (03/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 38°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias